Entrevista: Vinicius Pegoraro destaca o apoio da comunidade para vencer os desafios

CN Entrevista

Em meio ao aniversário de 161 anos de Canguçu, o prefeito Marcus Vinícius Müller Pegoraro (MDB) destaca o apoio e a participação da comunidade, em várias ações do governo, ainda que o momento seja de crise e economia nos cofres públicos.

OS OBSTÁCULOS E OS ACERTOS

Segundo o chefe do Legislativo, houve uma parceria muito forte da comunidade no Programa de Pavimentação Comunitária. Cinco ruas já foram concluídas e as obras da sexta-rua, começam ainda neste mês de junho. O programa prevê a compra do material através da comunidade e a utilização de mão de obra do município.

Pegoraro ressalta que no ano passado (2017), houve o maior investimento percentual da história do Município em educação e saúde, avaliação feita pelo Tribunal de Justiça a partir de 2005.

Em meio à crise, no mesmo ano, o corpo político da administração municipal deu seu papel de contribuição: Foi o menor gasto com cargos de comissão dos últimos 9 anos. A economia se deu a partir da redução nos valores comprometidos. aos cargos de confiança.

O prefeito destaca ainda o sucesso do “Projeto Escola no Campo”. Ainda em fase piloto, o projeto recebeu 11 escolas interessadas em testar o projeto, mas somente 5 foram escolhidas para o experimento educacional de se tornar uma escola em tempo integral.

— Neste projeto, os jovens ficam 4 dias no educandário e 1 dia na sua propriedade rural, aplicando o que aprenderam. Eles passam o dia na escola, recebem 3 alimentações, e tem disciplinas voltadas para as atividades rurais. É o futuro da educação no Município. Nos últimos anos a Câmara de Vereadores alterou a Lei Orgânica Municipal ditando a implementação das escolas para a modalidade integral gradativamente. — explica.

A Escola Rural já foi implementada nas escolas Oscar Fonseca, no Alto da Cruz , Guido Tim Venske, no Posto Branco, São João Batista de La Salle, Cristo Rei e escola Heitor Soares Ribeiro, na Florida.

Dentro dos acertos, o Prefeito destacou ainda a finalização das pavimentações asfálticas e de blocos do Badesul, como a da Rua Assis Brasil, a qual o contrato havia sido assinado em 2010, a ampliação do contrato com a APAE de R$ 88 mil para R$ 288 mil por ano, e a folha de pagamento dos funcionários que, em 2017, teve um aumento percentual maior que a inflação, e em 2018 conseguiu acompanhar a inflação estabelecida.

Além disso, a mudança da Escola Reverendo Joaquim, propiciou uma economia de  R$ 1,6 mil por mês aos cofres públicos, o atendimento de 90 novos alunos e condições excelentes à instalação do educandário.

Em meio à estiagem, e ‘apesar do lento retorno do Governo Federal’ (palavras do Prefeito) foram abertos 400 bebedouros e poços para consumo de água aos animais e 250 cacimbas para consumo humano. Para as famílias atingidas, a Prefeitura encaminhou um caminhão pipa para a distribuição de água mineral.

Segundo Vinicius, os maiores obstáculos ainda são a dificuldade econômica e a burocracia  na execução de projetos.

— A pior questão ainda é o tempo entre desenhar a mudança e executar, a burocracia do poder público é enorme. Estamos trabalhando para mudar isso, cobrando dos cargos comissionados e secretários, um comprometimento com a agilidade dos processos entregues pela comunidade — completa Pegoraro.

OS DESAFIOS DO PRESENTE

Dentro dos desafios, Vinicius citou a popularização do aplicativo Colab.re, a qual auxilia a administração a organizar as demandas da comunidade, permitindo criar um canal canal de comunicação direta com a comunidade, e acaba com a possibilidade da comunidade ficar sem resposta quanto a um registro.

— O chamado vem pro gabinete, gera um protocolo, e enquanto não for resolvido, ele fica sinalizado em vermelho em nosso sistema. Após a resolução, podemos dar o feedback através do aplicativo. Isso auxilia na evolução de serviços e na análise de resposta para resolução dos problemas. — explica o Prefeito.

Pegoraro salientou ainda que “a principal barreira à vencer é a consciência das pessoas quanto a acessibilidade”, explicou a inclusão do Município no Programa de Selo de Acessibilidade, a qual destaca os meios públicos e privados que abraçam a causa e salientou a busca da casa em acelerar esse processo, propondo através de uma lei que tramita na Câmara Municipal, que todos os terrenos que tenham meio fio, devam ter calçadas acessíveis.

— Em 2018, pela primeira vez um cadeirante conseguiu chegar no gabinete do Prefeito, após a conclusão de uma rampa acessível. Estamos adequando o CRAS da Vila Nova e até o final deste ano realizaremos uma  revitalização do Ginásio Municipal com as demarcações das vagas para portadores de necessidade. — destaca Pegoraro.

Ainda neste ano, a casa se adapta para a construção do Plano de Mobilidade Urbana, obrigação dos municípios, a qual irá definir as necessidades e viabilidades de modificações no trânsito, como a instalação de parquímetros e semáforos, o mapeamento das vagas de estacionamento e a rotatividade dos veículos nelas, auxiliando em mudanças como o sentido das ruas e o alargamento de calçadas.  

A meta de governo: instalar 750 lixeiras na cidade, em 4 anos, será cumprida com folga, segundo Vinicius.

— Ainda há muito para desenvolver no Plano Cidade Mais Limpa. Infelizmente o plano desacelerou um pouco com o enfrentamento de situações como a estiagem e o granizo, onde a equipe foi deslocada para atender a comunidade. — completa.

UM VISLUMBRE DO FUTURO

Pegoraro aponta ainda para a conquista do Ginásio de Esportes do Herval, e vislumbra o futuro: resolver ainda dentro deste ano a questão de instalação do Corpo de Bombeiros no Município.

Nos meses anteriores, os prefeitos dos municípios de Canguçu, Santana da Boa Vista e Morro Redondo se reuniram para acordar um consórcio, para a implantação de uma unidade do Corpo de Bombeiros com capacidade para atender os três municípios. A sede desta unidade seria em Canguçu.

Há pelo menos 7 anos a instalação da unidade está tramitando nas instâncias. Em Pelotas, o Caminhão Auto Bomba Tanque destinado à Canguçu, permanece sem uso, guardado em uma das garagens do Corpo de Bombeiros da cidade. Quando instalada, a unidade contará com cerca de 16 profissionais, entre bombeiros civis e bombeiros militares.

Segundo Vinicius, no acordo, cada município cedeu um motorista para fazer as escalas. A Prefeitura Municipal trabalham a possibilidade de transferir a Padaria Municipal, situada na Praça Acanguaçu, para onde é a Cozinha Comunitária, e em seu lugar, instalar o corpo de quartel dos bombeiros.

— Eu quero resolver isso ainda neste ano. Dependemos ainda da liberação do Ministério do Desenvolvimento Social para começarmos a reforma para a instalação do batalhão. — afirma o Prefeito.

Visando estimular o cenário cultural e, em contrapartida, reduzir gastos, nas próximas semanas o governo abrirá uma concessão pública para exploração comercial do espaço do quiosque da Praça Acanguaçu. A ideia, segundo o Prefeito, é fomentar a empresa ganhadora por promover eventos culturais que mobilizem a comunidade a movimentar o espaço e resguardar a limpeza e a manutenção.

— Queremos finalizar o governo com a inauguração de duas novas creches: uma na Vila Isabel e outra na Vila Nova. A gente tem um caminho bem desenhado para a creche da Vila Isabel, mas dependemos da autorização do Ministério da Educação  enquanto a da Vila Nova, estaremos abrindo licitação nos próximos 3 meses para a conclusão da obra que, atualmente, se encontra trancada. — enfatiza Pegoraro.

Com 45% do Plano de Governo cumprido, o chefe do executivo, garante que a gestão monitora tudo o que foi cumprido para,  ao fim do mandato apresentar o que foi cumprido, mensurar e avaliar o governo.

MINI AUTORIDADES

Na tarde do dia 15 de junho aconteceu a final do Concurso de Miniprefeito 2018. Nesta etapa cada candidato apresentou e defendeu um projeto elaborado junto à comunidade escolar a qual pertence. Isabelle Schröder Ledebuhr da Escola Municipal Victor Marques Porto foi intitulada Mini Prefeita e Daiane Bersch Neitzel como Mini Vice-Prefeita. Outros 11 alunos representaram o serviço público como mini-secretários.

Segundo Vinicius Pegoraro, a gestão pensa em maneiras de dar mais atenção aos projetos dos pequenos, fazendo uso deles quando possível e explicando-os os processos administrativos que impedem a execução de algum em curto-médio prazo. “ — Tem projetos ótimos, que vão desde a revitalização de praças, implementação de Postos de Saúde, até atividades lúdicas.”

** Matéria produzida em parceria com o Jornal Tradição

Leia Também:

ads

Notícias Relacionadas

Mini Vereadores

FOTOS: Conheça os Mini Vereadores deste ano

Nesta quinta-feira (21), às 14h aconteceu a posse dos mini vereadores no Plenário da ...

IPTU: Progressistas expulsam Cristiano Aguiar e Rubinho Vargas após votarem a favor

Na noite desta quinta-feira (17), o Partido Progressista (PP), sob a Presidência de Cássio ...

Câmara promove audiência pública na quinta para debater projeto de reajuste do IPTU

Nesta quinta-feira (26), acontecerá na Câmara Municipal de Vereadores às 14h, uma audiência pública sobre a proposta de aumento do ...

VÍDEO: Vice-prefeito Fininho pede desligamento do PSDB

Durante uma coletiva de imprensa que ocorreu nesta sexta-feira (26), o vice-prefeito e secretário ...

Canguçu recebe Banco de Alimentos Madre Tereza de Calcutá

No dia 21 deste mês, durante uma missa na Igreja matriz, aconteceu o lançamento ...

Festejos Farroupilhas: Desfiles de Cavaleiros e Temáticos acontecem a partir das 14 horas

Foto: Jornal Canguçu Notícia/Arquivo Nesta quinta-feira (20), feriado pela Revolução Farroupilha, acontecem os tradicionais desfiles ...

Jornalista provoca Vereador que afirmou que se funcionários do HCC mantivessem a greve seriam palhaços

Na edição de quarta-feira (11) do Jornal Diário Popular, o jornalista José Ricardo Castro, ...

Projeto de Iniciativa Popular que quer revogar o Novo IPTU teve 5,2 mil assinaturas

Na manhã desta terça-feira (16), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seccional de Canguçu, realizou a entrega do ...

Grupo no Facebook ‘Canguçu contra Bolsonaro’ reúne 1,2 mil membros em 5 dias

Nas últimas semanas antecessoras às eleições, é comum os ânimos dos eleitores ficarem acirrados ...